Black Friday mostra que campinense está mais atento aos seus direitos de consumidor

Essa é uma das grandes constatações da Operação Black Friday 2018 deflagrada pelo Procon de Campina Grande nesta semana e que encerrou as atividades na tarde deste domingo, 25.

“Comparado a 2017, tivemos um número maior de reclamações e de consultas por parte dos consumidores. E vimos que eles estão mais atentos aos seus direitos consumeristas e também às armadilhas características da Black Friday. Como fazendo pesquisas de preços semanas antes do evento acontecer, chamando a fiscalização do Procon quando uma empresa cobra taxas de entrega e montagem de móveis e se recusando a aceitar garantias estendidas que alguns vendedores querem empurrar no cliente, alegando ser uma vantagem para o mesmo” explica Rivaldo Rodrigues coordenador executivo do Procon.

Segundo dados da operação do Procon, apesar de ter havido uma maior interação do consumidor com o órgão, as autuações nas empresas foram bem menores que as do ano anterior. Na Black Friday passada foram 47 empresas físicas autuadas e mais de 68 reclamações de empresas virtuais. No evento deste ano, das 79 visitas realizadas pela fiscalização do órgão, apenas 28 lojas físicas foram autuadas por irregularidades e até agora houve 40 denúncias de problemas em compras pela internet.

Houve ainda 38 atendimentos na tenda móvel da Praça da Bandeira, disponibilizada pelo Procon na última sexta-feira, 23, “Dia D da Operação Black Friday”. Dentre as reclamações e dúvidas que mais se destacaram foram às relacionadas a bancos (18), atendimento em lojas (5) e telefonia (5), seguidas de denúncias contra planos de saúde (4), Energisa (2), transporte público (2) e compras online (2).

O Procon orienta ainda ao consumidor a testar bem seus eletrônicos comprados neste período e verificar se não há falhas ou vícios em outros tipos de produtos. Caso encontre algum problema relacionado à compra ou tenha dúvida sobre garantia, devolução, direito de arrependimento, entre outros, pode contatar o Procon por meio dos telefones 151 ou (83)98802-5525, no aplicativo para celular Procon CG Móvel ou no Fale Conosco do site http://procon.campinagrande.pb.gov.br/.

COMPARTILHAR